sexta-feira, 28 de março de 2014

Sem nunca dizer adeus...



No decorrer da existência terrestre, nos deparamos com situações que a vida nos apresenta para testar nossa força, coragem e fé no Pai da Vida.
São em sua maioria, situações que criamos com nossos próprios erros e imprevidências.
Consciente ou inconscientemente magoamos e ferimos pessoas, geralmente a favor de nosso próprio benefício e interesse próprio.
Por interesse próprio, deixamos que o orgulho e o egoísmo nos afaste da devida reparação de nossos erros.
Indiferentes, ignoramos  o sofrimento alheio e seguimos em frente sem olhar para trás.
Nos afastamos de pessoas que mereciam nossa consideração e respeito, para nos manter inertes e omissos, envolvidos em nossa própria vida.
Quem já não passou por algo semelhante?
Quem já não se afastou da vida de alguém sem ao menos dizer adeus?
Sem se importar com as consequências das próprias ações e apenas em busca do prazer próprio?
Situações como estas são mais comuns do que imaginamos.
O egoísmo impera quando o risco de sair da zona de conforto se torna maior que a  compaixão pelo ser humano.

segunda-feira, 24 de março de 2014

E o tempo passa...



Dizem que o tempo é um grande aliado para todos os males...
Traz o esquecimento do passado...
É sábio e reconstrói sentimentos de corações partidos pela mágoa e ressentimento...
Auxilia na cicatrização das dores da alma e refaz corações partidos pela decepção e falta de amor...
Recria novas páginas da vida...
É verdade, o tempo é um abençoado aliado se a alma ferida estiver disposta a um recomeço...
Se estiver disposta a se perdoar e a perdoar...
Se desejar esquecer os erros do passado, iniciando uma nova vida, procurando não repetí-los e esquecendo os erros dos companheiros de jornada...
Se souber aceitar que cada um tem seu momento....
Momento de amar, de se reconciliar, ou de simplesmente deixar que cada um siga seu caminho...
O tempo sempre será um grande aliado, se a alma aflita estiver disposta a desfazer nós que prejudicam, que causam dores e que entristecem o coração...
O tempo sempre será um sábio companheiro se soubermos acolher com sabedoria tudo o que o passado e a vida tem a nos ensinar. 


A escolha certa


Vive sua vida de acordo com o que sua consciência lhe apresenta. 
A bondade, humildade, gentileza, simpatia faz parte da bagagem de todos aqueles que tem como lema "Amar ao próximo como a si mesmo."
Não desista jamais de amar, mesmo que a vida não lhe dê motivos para isso.
Não desista de sorrir, mesmo quando a tristeza lhe tomar o coração...
Não desista de ser justo, mesmo quando o mundo lhe mostrar o contrário...
Não deixa que a preguiça e o desânimo lhe contaminem o espírito, fazendo com que a monotonia e a inércia dirija sua vida...
Mesmo triste, você pode sorrir...
Mesmo incompreendido, você pode ser a luz na vida de alguém...
Mesmo batalhando pelo seu sustento do dia a dia, você pode tirar a fome de alguém...
Mesmo nos dias atribulados, na correria do dia a dia, você pode ser solidário...
Mesmo desprezado você pode dar afeto e atenção...
Não viva apenas voltado a si mesmo...
Olhe a sua volta e observe quantas pessoas necessitam de uma palavra amiga...
Quantas famílias necessitam da solidariedade e caridade do ser humano...
Mesmo nos piores momentos de sua vida, você pode fazer alguém feliz.
Arregace as mangas, trabalhando em prol do irmão mais próximo a você.
Este é o início de uma vida de amor, solidariedade e fraternidade.
E somente bem fará a você...


Por: Rita Ramos Cordeiro

domingo, 16 de março de 2014

Quem sou eu?


Quem sou eu? O que estou fazendo aqui? Qual minha missão nesta terra?
Quantas e quantas vezes estas perguntas passou por sua mente?
Já reparou que estas perguntas insistem em se fazer presentes nos momentos em que na maioria das vezes está angustiado...
Quando algo não vai bem ou quando deixamos a tristeza tomar conta de nosso coração...
Já parou para pensar que estas são reflexões que deveria procurar responder, não apenas nos momentos difíceis, mas também nos momentos de alegria?
Sim, reencarnamos com um propósito.
Com o propósito de nos tornar alguém melhor, trabalhar e viver para o Bem.
O Bem do próximo, o bem comum, nosso próprio bem, procurando sempre burilar as más tendências que já vem impregnadas em nosso perispírito.
Renascemos para evoluir e para consequentemente um dia chegarmos a perfeição.
Perfeição esta, muito distante de nós é claro, mas para que um dia a alcancemos é necessário que arregacemos as mangas e trabalhemos arduamente pela nossa melhoria espiritual.
É certo que estamos nesta Terra de provas e expiações apenas de passagem, mas que esta rápida passagem possa ser realizada com amor, paz e tranquilidade.


quinta-feira, 13 de março de 2014

O silêncio dos sábios



Em qualquer momento da vida podemos vivenciar bons e maus momentos.
Nos momentos difíceis, silenciar e aguardar, na maioria das vezes é a melhor atitude a tomar.

Muitas situações não necessitam de palavras, apenas de silêncio, paciência, compreensão, tranquilidade e confiança no Pai da Vida.

Se nem tudo o que nos acontece podemos controlar, está dentro de nossas possibilidades vivenciar tais situações da melhor forma possível.

A paciência é um dom que apenas nos auxilia a vivenciar o que a vida nos apresenta.
Por pior que seja a situação e dor vivida, se conectar com a Divindade suprema através da oração, apenas paz e confiança nos trará.

Não basta ser mulher...



É necessário, ser filha, companheira, mãe e amiga.
É necessário aprender a amar para abranger em seu imenso coração quantos amores for necessário...
É necessário ser filha para dar todo o respeito, amor e amparo que os pais necessitam, principalmente na velhice.
Ser companheira para amar nos momentos bons e ruins e andar sempre ao lado do companheiro para o crescimento de ambos.
Ser mãe, para dar vida, acolhendo em seu ventre ou ser mãe de coração, para aconchegar seus filhos com todo amor,educando-os para que se tornem pessoas de Bem, através de seus exemplos e dando-lhe uma religiosidade para que vivenciem os exemplos de Jesus.
Ser amiga, para dar sustentação aos companheiros de jornada nos momentos que necessitarem, aceitando suas escolhas.


Seja a Luz de seu próprio caminho.



Desejamos um mundo melhor sem violência e um país melhor para vivermos...
Esperamos que as pessoas sejam mais honestas e verdadeiras...
Nos incomodamos com as imperfeições alheias e com seus defeitos que muitas vezes nos atingem.
Nos magoamos com a maledicência, com os julgamentos pré-concebidos e com o preconceito no mundo.
Mas esquecemos de nos perguntar o que estamos fazendo para melhorar e evitar tanto negativismo a nossa volta.
Temos o costume de apontar o dedo para nosso irmão do caminho, mas não admitimos nossas próprias falhas e imperfeições.


Escolhendo seu próprio destino



Não tenho o hábito de falar ou escrever sobre política, prefiro me ater aos assuntos que domino.
Porém, é difícil não desabafar quando tomamos conhecimento do resultado do julgamento do mensalão, do absurdo financiamento do Brasil a Cuba, entre tantos outros temas políticos que nos descontentam atualmente.
Quando vemos cidadãos pacíficos tomarem as ruas de todo o País, lutando por um Brasil melhor isso nos enche de alegria e orgulho, até é claro, que vândalos se infiltram no meio destes cidadãos pacíficos para incitar a violência.
Vândalos esses que se intitulam orgulhosamente de Black Blocs e que começa a se descobrir que podem estar sendo financiados por pessoas ou organizações que apenas se preocupam com seu interesse próprio.
É triste ver como a situação do Brasil está caindo no abismo e o quanto os brasileiros se sentem de mãos atadas para mudar este quadro.
Se agora nos sentimos de mãos atadas para mudar este quadro tenebroso, nossa resposta será nas urnas, votando conscientemente.
E particularmente fico a pensar se realmente está distante de nós mudar este quadro.
Talvez a curto prazo sim, mas acredito sinceramente que esta decadência já vem de longos anos em que comodamente adormecemos nossos ideais.