quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Jogo do Contente



Quem já não ouviu falar na história de Polianna?
Polianna era um criança muito pobre, cujo pai, um missionário, tinha um salário que era tão baixo que mal podia obter o essencial para viver.
Em meios a tantas tribulações, Polianna criou o "Jogo do Contente", onde procurava achar qualquer motivo para se alegrar e agradecer a Deus, não importa o quão difícil estivesse sua vida.
Uma história fantasiosa ou de grande utopia?
Será que alguma vez em nossas vidas, nos momentos de grandes dificuldades já fizemos uso do "Jogo do Contente"?
Provavelmente não, pois nos momentos de dificuldades,a maioria das pessoas, dificilmente lembram de Deus,e muito menos para descobrir o lado bom do que vivenciamos.
Estamos tão acostumados a reclamar de tudo: da família, do emprego, do governo, da violência no mundo, que não sobra tempo para lembrar do que temos de bom em nossas vidas.
É claro que não devemos nos omitir e cruzar os braços para as coisas ruins que acontece ao nosso redor, mas será que já paramos para observar as coisas boas que Deus nos concede diariamente?
Já agradecemos hoje pela benção de mais uma existência?
Já agradecemos pela saúde de nosso corpo físico, quando tantos dariam tudo por um corpo saudável?
Já agradecemos a Deus pelo alimento que nos mantém saudável, quando tantos não tem o que comer?
Já agradecemos pela família que temos, quando tantos são solitários pelo mundo e já perderam seus entes queridos?
Muitos reclamam que ainda não encontraram o verdadeiro amor,quando são amados pela família e amigos e não percebem este amor.
Tantos são os motivos para agradecer...
Mas preferimos ver sempre o lado ruim de tudo, quando poderíamos ver a vida com novos olhos. Os olhos do amor e da gratidão.


A mais bela arte de amar


Amor, palavrinha pequenina, mas tão difícil de fazer parte dos corações humanos.
Muitos tentam encontrá-lo de todas as formas.
Alguns o sentem apenas por seus familiares, filhos, maridos e parentes..
Outros acham que tê-lo num casal apaixonado é a chave para a felicidade.
Outros o encontram nos amigos,
Muitos o encontram no carinho pelo animais...
Outros o encontraram no auxílio ao próximo...
O amor verdadeiro surge das mais variadas formas e todos são capazes de amar.
O amor é um sentimento tão puro e simples, mas que ainda está distante do coração de muitos.
Muitos se sentem incapazes de amar, e se angustiam, se isolam, sem saber que esta abençoada sementinha já cresce dentro do coração de cada um.
O verdadeiro amor, o chamado amor fraternal, é incondicional e eterno.
Não importa qual a forma de amar, se realmente desejar este abençoado sentimento, ele chegará até nas formas mais inesperadas.
Em forma de uma amizade,do amor por um animal, pelo amor a nossa família, ou até mesmo por um casal apaixonado.


Simplifique sua vida.



Para que sofrer a toa, quando a vida mostra vários caminhos a seguir?
Se não sabe qual caminho seguir, use seu coração e sua consciência para lhe indicar o caminho.
Muitas situações não podem ser mudadas, mas você pode mudar o modo como vê tais situações.
Se não é amado, ame assim mesmo...
Se não tem amigos, faça novos amigos...
Se alguém te odeia, coloque este irmão em suas orações
Se sente desprezado e esquecido? Dê atenção e carinho para os irmãos do caminho que estão desamparados.
Se sente solitário? Olhe a sua volta e veja quantas pessoas estão esperando uma palavra amiga, de consolo.
Não consegue entender a atitude de algumas pessoas? Então aceite-as como são.
Não consegue tirar a mágoa do coração? Pede o amparo divino para lhe ajudar a perdoar.
A vida não é como gostaria que fosse? Então mude a si mesmo.Só assim a vida mudará também.
Não consegue tirar a tristeza do coração? Aprenda a sorrir para a vida e para as pessoas assim mesmo, quando menos esperar a tristeza não existirá mais.
Não confia no Criador? Não importa, Ele te ama assim mesmo...
Quer fazer a diferença no mundo? Comece respeitando os irmãos de jornada, tratando-os com amor, gentileza, atenção e carinho.
Não saber orar? Então, silencia seu coração, se liga em pensamento a Divindade Suprema, com todas as dúvidas e incertezas e apenas agradece a oportunidade bendita de poder respirar e estar vivo, tendo a oportunidade bendita de poder crescer espiritualmente nesta encarnação.
Simples assim...


Por: Rita Ramos Cordeiro

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Liberdade e felicidade


Não existe nada mais belo nesta vida do que ser livre.
Livre para escolher qual caminho seguir...
Para errar ou acertar com nossas escolhas...
Livre para amar ou odiar...
Livre para fazer amigos ou inimigos...
Livre para sorrir ou chorar...
Para ser alegre ou triste...
Livre para seguir o caminho do Bem ou do mal...
Livre para silenciar ou usar as palavras da forma que desejarmos...
Para ignorarmos ou tratarmos nossos semelhantes com respeito, amor e consideração...
Livre para se reconciliar ou permanecer no egoísmo e no orgulho...
Enfim...são inúmeras as formas de liberdade.


A força do coração


A força que necessita para vencer suas dificuldades, sentimentos e pensamentos negativos está dentro de você.
As orações e o amparo divino lhe fortalecerão o espírito para vivenciar estes momentos, porém ninguém pode passar por uma prova que é só sua.
Você é capaz de vencer a tristeza, esta erva daninha que corrói sua alma.
Respira fundo, olhe a sua volta e observe a benção da vida que o Pai da Vida deixou para ti.
Observe quanto sofrimento, dor e necessidades passam seus irmãos de jornada e verá que sua dor é mínima diante do sofrimento que muitos passam.
Agradece ao Pai pela saúde que tem e que muitos gostariam de ter.
Agradece pela família que tem e que muitos desejariam ter.
Agradece pelos amores que fazem parte de sua vida, quando tantos nem amados são...
Alivia sua dor, acreditando que tudo é passageiro...
Sorria para a vida e arregaça as mangas, fortalecida na confiança do Pai e caminha, independente de suas dores.
Luta pela vida que Deus lhe concedeu e que é tão passageira...
Um dia voltará para o Plano Espiritual, seu verdadeiro lar, e por sua mente passarão flashes do que você fez e realizou em sua passagem pela Terra.
Aproveita agora esta oportunidade bendita de realizar o melhor, para você mesmo e para o mundo, para não ter o remorso e a culpa com única bagagem.
Vivencia hoje o amor ao próximo e caminha com retidão sempre em direção ao Bem, para que apenas a paz reine em seu coração.

Confia em ti...




Lembre-se sempre que você é único, obra prima de Deus, que o criou simples e ignorante, para vencer todas as etapas da evolução. 
É imperfeito, tem falhas e más tendências para eliminar.
Ainda está longe de se tornar um espírito puro, mas foi concedido a ti dois grandes tesouros: o livre arbítrio e a consciência.
O livre arbítrio lhe dá a oportunidade de seguir qual caminho desejar, de transformar sua vida através de atitudes e escolhas.
De viver para o Bem ou para o Mal, para a ociosidade ou para o trabalho.
De viver para o materialismo ou para as verdades da alma.
A consciência é um bem intransferível que lhe permite viver em paz, com sentimentos de dever cumprido ou não.
É a consciência que lhe sinaliza quando suas atitudes e escolhas estão de acordo com o Evangelho de Jesus ou não.


O silêncio do coração



Seja qual for a decisão a tomar, não há erros quando usado o coração e a consciência, seguindo sempre o Evangelho de Jesus.
Ninguém é dono da verdade, e o que pode ser bom,verdadeiro e importante para alguns, pode não ser para outros.
Cada ser humano tem uma vivência e personalidade própria e carregam internamente dificuldades e problemas pessoais que devem ser respeitados.
Saber compreender o irmão de jornada sem julgamentos pré-concebidos, com respeito, gentileza e atenção, é sinônimo de amor e caridade.
Quando não souber auxiliar um irmão necessitado, é preferível se manter em silêncio e em prece para que a Espiritualidade Maior possa enviar o socorro necessário.
Deus concedeu o livre-arbítrio para usufruto do ser humano.
Em momentos de dúvida sobre qual caminho a seguir, silencia seu coração e ora, pedindo a presença de seus anjos guardiões e o amparo do Pai, que sempre estarão presentes para lhe guiar para o caminho do Bem, do amor e da paz interior.
Seja qual caminho a seguir, se entrega nos braços da Divindade Maior com confiança e tranquilidade, pois somente Ele conhece suas necessidades interiores.


Por: Rita Ramos Cordeiro

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Uma palavra de amor


Durante toda a vida criamos rótulos.
Rótulos do que é certo e errado, do que podemos e não podemos fazer.
Temos também o hábito da maledicência, rotulando e julgando as pessoas pelas nossas opiniões próprias ou divulgando opiniões alheias sem a devida verificação dos fatos.
Criamos e improvisamos palavras contra nosso semelhante que se alastram rapidamente como fogo.
Condenamos as escolhas de outras pessoas, baseado em nossa própria opinião.
Nos chocamos com atitudes e escolhas tomadas por outras pessoas, alegando não serem dignas.
Com toda facilidade do mundo, temos sempre uma palavra pronta para dar em qualquer situação contra a atitude tomada por outra pessoa.
E quando colhemos o que plantamos, ainda achamos injusto o que nos acontece.
Este é o grande mal do ser humano, tomar atitudes ou pronunciar palavras antes de pensar.
O ideal antes de qualquer situação seria: sentir, pensar e agir.
A única maneira de agir sempre com justiça e amor, é usar a própria consciência, tendo sempre em mente a frase "Não fazer aos outros o que não gostaríamos que fizessem conosco".

O infinito brilho do sol


É verdade que ele está nos trazendo dias calorosos e desconfortáveis.
Mas como esquecer dele quando nos inspira lindas poesias e nos deslumbra os olhos com sua beleza e seu brilho encantador?
Quando inspira os casais apaixonados com sua visão ao entardecer...
Quando nos alegra o coração com sua beleza a cada novo dia...
Quando a cada dia nos dá ânimo, lembrando que tudo passa e que a cada dia renascemos para a vida...
Quando lembramos que sua luz intensa é obra divina da Divindade Suprema, que é criação pura, única e bela do Pai da Vida...
É...impossível esquecê-lo e que retorne a cada novo dia para nos lembrar de quanto a vida é bela... 


Por:Rita Ramos Cordeiro

Nos momentos de dor


Muitas vezes passamos por situações que não compreendemos.
A tristeza toma conta do coração pois não está ao alcance de nossas possibilidades mudar tal acontecimento.
Acabamos por nos revoltar contra a vida, contra Deus e contra nós mesmos por não sermos capazes de auxiliar como desejamos.
São sentimentos naturais e compreensíveis que todos vivenciam nos momentos de dores.
Nestes momentos as forças nos faltam e esquecemos da oração, tão benéfica para o fortalecimento de nosso espírito.
Se é da vontade Divina que necessitamos passar por momentos de dores e provações, que passemos estes momentos, confortados na certeza de que nada é ao acaso.
Que o Pai da Vida acompanha nossos sofrimentos e dores e conhece nossas necessidades.
Por mais difícil que sejam estes momentos, não conseguimos ver o lado bom da vida, elevemos então nosso pensamento ao Pai Maior, pedindo sustentação, resignação e fé para o momento vivido.
Lembra-se de seu anjo guardião que vela por ti e acalma seu coração.
Por mais difícil que seja o hoje, com fé, perseverança e paz no coração, o futuro virá com todas as respostas que necessita.
Confie no Pai, na certeza de que tudo passa e auxilia quem mais precisa de ti com todo o amor de seu coração.
E lembra que a vida é passageira e eterno é o espírito que sobreviverá a todos os os dissabores da vida.


Por: Rita Ramos Cordeiro